A minha mudança para o WordPress

Agora o Vento Sueste passa a ser aqui. Porquê? Largamente em protesto contra o novo layout do Blogger.

Isso não será um bocado irracional?, perguntarão – afinal, em protesto contra ter que me adaptar ao novo layout, mudo de plataforma, o que implica uma adaptação ainda maior. Talvez, mas pelo menos o WordPress não me enfiou pelas goelas essa mudança, ao contrário do que o Blogger fez (inicialmente, depois de terem retirado o botão de “regressar ao modelo clássico”, continuaram a permitir lá ir através do URL – algo como “https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=19602273&useLegacyBlogger=true#allposts” – mas a partir do principio desta semana esse URL passou a reencaminhar automaticamente para a nova versão).

De qualquer maneira, o worpress.com para mim agora tem pelo menos uma vantagem – permite trabalhar a partir do Chrome 46.0.2490.80 (o browser instalado num dos computadores que uso), enquanto a nova versão do Blogger diz-me “Atualizar o navegador – Instale qualquer um dos seguintes navegadores para utilizar o Blogger.” (eu até levantei essa questão num dos fóruns de apoio deles, e responderam-me que eu estava usando um browser 40 versões atrasado).

Baseando-me na experiência dos últimos dias, o que me parece em termos de vantagens e desvantagens:

  • O wordpress.com (versão gratuita) não me parece ter aqueles botões no fim de cada post para publicar automaticamente nas redes sociais
  • Em compensação, parece-me ter uma opção (que ainda não experimentei, não sei se funciona) para quando publico um post, ser automaticamente publicado no Facebook (se calhar o Blogger também tinha e nunca fui à procura…)
  • Na parte de oscilar entre o WYSIWYG e a vista de HTML, parece-me tão bom (ou tão mau) como a nova versão do Blogger – em ambos dá mais trabalho do que no Blogger tradicional (a menos que se use  o https://ventosueste.wordpress.com/wp-admin/edit.php em vez do https://wordpress.com/posts/my/ventosueste.wordpress.com; aí  já é mais fácil)
  • É mais difícil de configurar a imagem do que no Blogger – não me parece ser possível alterar o CSS dos temas predefinidos (aliás, no processo de lançamento do Vias de Facto, andamos também a exprimentar o wordpress.com, e optamos pelo Blogger porque, como alguém disse “é mais fácil de lhe mexer nas entranhas”)
  • No editor de texto, o wordpress parece-me ter um ziliões de opções que acho que o blogger não tinha (ainda que a filosofia deles dos “blocos” não seja muito fácil de perceber)
  • O wordpress, embora tenha também alterado o layout do editor de texto há uns tempos, permite também utilizar a versão antiga (que é o que eu estou fazendo agora, porque era a versão em que eu aprendi a mexer nos tempos em que escrevi algumas coisas para um blogue de receitas…)
  • O universo wordpress tem montes de variantes – há o software wordpress.org, e há a plataforma de alojamento de blogues wordpress.com (e nessa há várias versões, a começar na gratuita). E aí claro que o wordpress.com (versão gratuita) tem, deliberadamente, lacunas (afinal, tem que haver alguma coisa que leve as pessoas a escolherem as versões pagas ou o wordpress.org).

[Um artigo que encontrei com uma comparação detalhada entre os dois]

De qualquer maneira ainda não explorei isto totalmente, ainda não sei dizer totalmente o conjunto dos pós e dos contras.

Para já o ventosueste.blogspot.com continua a existir, até porque eu tenho um zilião de posts que linkam para outros posts, e se eu apagasse o anterior, esses links ficariam mortos (já que continuam a linkar para a versão no blogspot). Estou pensando em ver se consigo fazer uma tabela de equivalências entre os endereços dos posts no blogspot e no wordpress, mas mesmo que o consiga (usando os ficheiros xml exportados das duas versões não deve ser conceptualmente difícil, embora talvez ocupe demasiado memória do computador tentar fazer correr um programa que faça isso), não sei se depois vou ter disposição para corrigir os links post a post (talvez um trabalho a longo prazo, para ir fazendo aos poucos).

E claro, se me zangar com o wordpress.com, para já dará jeito continuar a ter o blogspot se quiser regressar…

One thought on “A minha mudança para o WordPress

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s