A mudança de hora e o ritmo circadiano – realidade ou mito?

Os adversários da mudança da hora falam muito da desregulação dos ritmos circadianos, ou coisa assim, mas a minha experiencia empírica indica-me que isso provavelmente não é verdade. Antes da mudança da hora, eu acabava sempre por me deitar por volta das 4 da manhã, mesmo que todos os dias tentasse deitar-me por volta das 2-3 da manhã (afinal, tenho que me levantar cedo no dia a seguir – tecnicamente, no próprio dia – para ir trabalhar).

Se a teoria do ritmo circadiano fosse verdadeira, depois da mudança de hora o meu organismo sentiria vontade de se deitar às 3 da manhã (que são as anteriores “4 da manhã”); no entanto, tenho continuado a deitar-me às 4 da manhã (ou seja, o meu “ritmo circadiano” assimilou a mudança da hora sem problema nenhum). E eu estar-me a deitar (antes e depois da mudança da hora) a uma hora completamente imprópria é relevante para a discussão – se fosse uma questão de eu estar-me a deitar a uma determinada hora por imposição social, sempre se poderia dizer que na verdade o meu organismo queria deitar-se “uma hora mais cedo” (isto é, à mesma hora de sempre), mas a sociedade obrigava-me a deitar-me aquelas horas; mas no meu caso, se as exigências sociais puxassem para algum lado, também seria para me deitar mais cedo (o que quer dizer que o meu organismo está-se a deitar às 4 da manhã de livre vontade, não é nenhuma violação do ritmo circadiano.)

One thought on “A mudança de hora e o ritmo circadiano – realidade ou mito?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s